Hits: 346

Não se preocupe, Deus está trabalhando

Por Darlington Tino (Pequim)

 

 

Mateus 6:25-32 (NVI)

25 "Portanto eu lhes digo: não se preocupem com suas próprias vidas, quanto ao que comer ou beber; nem com seus próprios corpos, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante do que a comida, e o corpo mais importante do que a roupa?  26 Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas?  27 Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?  28 "Por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem os lírios do campo. Eles não trabalham nem tecem. 29 Contudo, eu lhes digo que nem Salomão, em todo o seu esplendor, vestiu-se como um deles. 30 Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?  31 Portanto, não se preocupem, dizendo: ‘Que vamos comer?’ ou ‘que vamos beber?’ ou ‘que vamos vestir?’  32 Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.

 

 

Vivemos em um mundo onde as pessoas se preocupam muito. Cada estágio da vida nos apresenta algo para nos preocuparmos. Crianças se preocupam sobre rejeição social, como agradar aos pais, estudantes se preocupam sobre provas e sobre encontrar um bom emprego depois da formatura. A classe trabalhadora se preocupa sobre manter o emprego e ter promoções, solteiros se preocupam em achar um bom companheiro para casar. Pais temem que coisas ruins aconteçam aos seus filhos e sobre o futuro deles. E atualmente as pessoas se preocupam com o Coronavírus, serão elas e seus entes queridos afetados, haverá uma cura…?

 

No meio dessas situações Jesus diz: “Não se preocupem com suas próprias vidas.” Jesus fala contra a preocupação por causa do cuidado atencioso do nosso Pai Celestial, que está sempre ciente da nossa situação, e por causa dos efeitos negativos que a preocupação causa em nós.

 

Não há benefícios em se preocupar. Ao contrário, preocupação drena a alegria de viver e causa a deteriorização da mente e corpo. Temor traz distrações, frustrações, uma mente dividida, e falta de confiança no Deus sempre Fiel. Quando a preocupação nos controla, logo começamos a nos preocupar sobre coisas que não existem e que não se materializarão. A maioria das coisas que tememos não acontece.

 

Em Mateus 6:25-32, Jesus nos dá algumas razões porque não devemos nos preocupar:

 

A) Não é natural que nos preocupemos (versos 25-26):
É dito que nós somos a única criação de Deus que se preocupa. Os pássaros do ar que Deus criou não se preocupam porque Deus provê para eles, e nós somos muito mais valiosos que os pássaros. Deus irá prover pra nós e nos proteger.

 

Como crentes em Cristo que carregam a natureza divina e o Espírito de Deus, não é natural para nós nos preocuparmos porque Ele cuida, provê e protege.

 

"Entregue suas preocupações ao Senhor, e ele o susterá; jamais permitirá que o justo venha a cair."  (Salmo 55:22)

 

B) Se preocupar é inútil (Verso 27):
Preocupar não produz algo digno, quanto mais você se preocupa mais nervoso fica e mais pões em risco a sua saúde. Preocupação é como estar sentado num balanço que te empurra para frente e para trás mas nunca leva você para lugar nenhum.

 

“Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?"  (Mateus 6:27)

 

C) Preocupação é desnecessário porque Deus certamente provê por você (verso 30):
Se Ele cuida da grama que vai secar amanhã, então Ele vai cuidar muito mais de você.

 

"Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.”  (1 Pedro 5:7)

 

D) Preocupação é falta de confiança em Deus (verso 31-32):
Quando nos preocupamos, nós agimos como se Deus não existisse ou como se Ele não cuidasse de nós. Ele cuida e Ele vai ao encontro das nossas necessidades.

 

"Pois os pagãos é que correm atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam delas.”  (Mateus 6:32)

 

 

COMO DEVEMOS RESPONDER?

 

1. Adoração em vez de Preocupação:

Adoração nos ajuda a ver a grandeza do nosso Deus e a pequenez dos nossos problemas.

 

Adoração cria uma atmosfera para a manifestação da Sua Presença, Ele habita em nossos louvores. (Salmo 22:3)

 

Adoração é um exercício de fé, convidando o livramento de Deus.

 

Adoração era o padrão habitual da vida de Davi. Como nós, ele experimentou muitos problemas e dificuldades, no entanto Deus o livrou. (Salmo 34:1-3)

 

2. Desenvolver o hábito de estar consciente da Sua Presença:

Quando você está consciente da Sua Presença, isto vai fortalecer sua fé de que Ele, o Deus todo poderoso, está realmente ao seu lado. A preocupação vai sumir, porque Ele prometeu que a Sua Presença vai ser sempre com você. (Hebreus 13:5-6, Hebreus 6:18, Salmo 46:1-3)

 

3. Lembrar-se da fidelidade de Deus no passado:

Quando nos lembrarmos das várias bençãos de Deus e Sua proteção no passado, nossos corações irão transbordar de gratidão, nossos lábios irão louvar, e nossa fé será fortalecida. (Salmos 40:5, 139:17-18)

 

4. Lembrar-se das promessas de Deus no presente:

Deus prometeu que Ele vai nos livrar da peste mortal e que nenhuma praga se aproximará da nossa tenda, que nós não devemos nos preocupar com nada. Quando nós o chamarmos Ele vai nos responder e resgatar. (Salmos 50:15, 91:10-11)

 

 

Portanto…

 

"Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus."  (Filipenses 4:6)

 

"Tu guardarás em perfeita paz aquele cujo propósito está firme, porque em ti confia."  (Isaias 26:3)

 

 

Feedback: Adoraríamos ouvir suas histórias de como você tem passado esse tempo, ou como você foi encorajado pelo 'Novel Encouragement'. Por favor, deixe-nos um recado no: taskforce@bicf.org
Sentindo-se isolado, indefeso, com medo, solitário? Ligue para o HELPLINE 400 8928 012 (9h às 21h). É grátis e confidencial. (Voluntários receberam treinamento básico de aconselhamento telefônico) Disponível em inglês, mandarim, cantonês e tagalog.


 

  

Música: Made a Way (Travis Greene)