Hits: 362

Aquietai-vos e sabeis que eu sou Deus

Por Chris Branstetter (Pequim)

 

 

Hoje de manhã eu estava ouvindo uma música antiga que foi originalmente escrita na década de 1980. Se você já é crente há bastante tempo, vai se lembrar do grupo cristão chamado: Os Imperiais. Para aqueles que são jovens demais para conhecê-los, o nome não está esta relacionado ao filme Guerra nas Estrelas! Esses músicos eram filhos do Rei dos reis!

 

Eles têm uma música maravilhosa: "Be Still, My Soul” (Aquiete-se, minha alma). Hoje de manhã, enquanto eu a ouvia, caía uma neve pesada e o mundo do lado de fora da minha janela ficava cada vez mais branco. Tivemos que ficar dentro de casa por segurança, pareciam férias, como um segundo Natal! Foi um momento de paz!

 

Mas sei que no mundo ao meu redor nem tudo é pacífico e sereno. Então, procurei o Salmo 46, para ler o capítulo inteiro em torno do versículo que todos conhecemos tão bem: "Ele diz: 'Aquietai-vos e sabeis que eu sou Deus’." No momento em que o salmista canta essa linha, perto do final do capítulo, ele já tinha cantado sobre terremotos, águas tempestuosas, nações em tumulto, reinos em queda, guerra e, talvez, até uma explosão vulcânica.

 

Mas no sétimo verso, uma mudança significativa acontece, uma mudança que é comum nas orações musicais dos Salmos! Quando os cantores olham para cima e expressam seus medos a Deus, uma mudança ocorre na perspectiva deles. "O Senhor Todo-Poderoso está conosco; o Deus de Jacó é nossa fortaleza. Venha ver o que o Senhor fez, as desolações que ele trouxe à terra."

 

"Espere", você diz, "Deus traz desolação? Não tenho certeza se gosto disso."  Mas o salmista explica as coisas que Deus desola e destrói. 
"Ele faz cessar as guerras até os confins da terra. Ele quebra o arco e despedaça a lança; ele queima os escudos com fogo." Deus desola guerras e destrói as armas da guerra!

 

Então, finalmente, no versículo dez, Deus diz: "Aquietai-vos e sabeis que eu sou Deus". Como é Deus quem trabalha para pôr fim à guerra, você e eu devemos descansar em silêncio e saber que Deus é soberano sobre todas as coisas. Ele é nossa fortaleza de proteção, nosso Príncipe da Paz! E embora o salmista não o mencione no Salmo 46, a doença certamente responde ao governo soberano de Deus.

 

Portanto, não é de admirar que, ao longo dos séculos, os cristãos sempre tenham estado na linha de frente em momentos de doença e enfermidade.  Durante o surto de sarampo e varíola de 250 a 270 D.C. no Império Romano, muitos cristãos morreram cuidando dos doentes e moribundos. Um século antes disso, os cristãos cuidavam dos doentes e moribundos durante a Praga Antonina. Quantos hospitais em todo o mundo têm um nome com significado cristão? Quantos hospitais ostentam o adjunto "Católico" ou "Batista" ou "Episcopal" ou “St.”(Santo) em sua nomenclatura? E quantos hospitais "Memoriais" receberam o nome de cristãos com coração para cuidar dos fracos, doentes ou moribundos?

 

A fé e a certeza cristã sobre o nosso futuro levaram muitos crentes a correrem em auxílio de outros. Talvez tenhamos medo, mas não estamos paralisados pelo medo. Enquanto ainda estamos, sabendo que Deus é Deus, também somos ativos, encontrando maneiras de cuidar dos doentes, sofredores e atemorizados. Em nossa era digital, podemos escrever palavras de encorajamento e oração. E em nosso tempo extra, a BICF (Comunidade Cristã Internacional de Pequim) tem vários projetos para ajudar a fornecer apoio e ajuda em nossas cidades. Vamos todos pedir em oração ao Senhor como Ele quer que sejamos bênçãos para outros agora na China, e para os outros países do mundo também.

 

 

Feedback: Adoraríamos ouvir suas histórias de como você tem passado esse tempo, ou como você foi encorajado pelo 'Novel Encouragement'. Por favor, deixe-nos um recado no: taskforce@bicf.org
Sentindo-se isolado, indefeso, com medo, solitário? Ligue para o HELPLINE 400 8928 012 (9h às 21h). É grátis e confidencial. (Voluntários receberam treinamento básico de aconselhamento telefônico) Disponível em inglês, mandarim, cantonês e tagalog.

 

  

Música: Be Still My Soul (The Imperials)