Hits: 429

Cruzeiro sem Rumo 

Por R.S (Hong Kong)

 

day22

 

Você já fez um Cruzeiro? Quem não gostaria de fazer uma viagem dessas?

 

Onde você desfaz as malas apenas uma vez e aproveita a cabine. Onde você pode escolher comida totalmente saudável ou totalmente decadente três vezes ao dia (sem contar os lanches nos intervalos), e a maioria das pessoas ganham até cerca de 5 kg! Onde você pode navegar em portos exóticos que você jamais visitaria, e fazer visitas de um dia em cachoeiras esquisitas e maravilhosas, geleiras, parques de animais, reservas ecológicas.. o que você escolher… Onde você pode fazer amigos na piscina com milhares de pessoas, ou simplesmente ficar só o tempo todo.

 

Mas há também essas possibilidades:
Existe a chance de uma onda gigante quase virar o seu navio (lembra daquele filme de desastre?!). Há marés tão fortes que mesmo a tripulação sente náuseas e fica amontoada em suas cabines. Sempre há probabilidades de uma virose se espalhar pelo navio e te dar dor de barriga ou pior. Você pode repentinamente se encontrar preso em um navio que não pode atracar, sancionado internacionalmente e condenado a navegar até que uma pestilência a bordo siga seu rumo.


Essas duas últimas possibilidades surgiram recentemente, com o aparecimento e a disseminação de vírus "normais" em navios de cruzeiro. E agora em 2020, temos um novo culpado, oficialmente designado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o COVID-19. Três navios de cruzeiro que navegavam inocentemente nas águas entre os portos mais populares aqui na Ásia foram pegos no drama deste vírus.



No momento em que este artigo está sendo escrito, existem mais de 75.000 casos identificados e mais de 2200 mortes pelo Coronavírus, com o temor de que ele comece a se espalhar rapidamente pelos países fora de sua origem: a China.

 

MEDO... ele pode se tornar o fator principal de como as coisas são oficialmente tratadas em resposta à "o que pode acontecer" com esse vírus desconhecido. Um dos navios, Westerdam, sem nenhum caso do vírus a bordo, não teve permissão para atracar e foi rejeitado por cinco países diferentes, até que um disse: "Bem-vindo!" Seguindo as diretrizes da OMS, os oficiais superaram seus medos e permitiram que ele atracasse. Um destino final não planejado, mas ao menos, o cruzeiro chegou ao fim!



Outro navio, o World Dream, retratado acima em Hong Kong, tinha oito casos confirmados e, embora tenha sido autorizado a atracar, todos tiveram que permanecer a bordo até que a tripulação fosse liberada e declarada livre da infecção. Aqui, as autoridades de saúde temiam que eles se tornassem propagadores da doença caso fossem liberados muito cedo. Uma vez que ficou claro que nenhum membro da tripulação foi infectado, todos do navio foram autorizados a desembarcar.

 

O último navio, Diamond Princess, com 3.600 passageiros e tripulantes a bordo, ainda se encontra preso em Yokohama, no Japão. Mais de 600 pessoas a bordo testaram positivo para o vírus até o presente momento em que esse texto é escrito, e teme-se que mais pessoas adoeçam. Todos se encontram em quarentena, com a esperança de que não sejam as próximas vítimas. Já pensou, uma viagem sem destino?!

 

Esse navios servem de exemplo pra nossa vida, não é mesmo?

 

Como o 1º navio, todos fomos rejeitados, as vezes repetidamente, e talvez injustamente ou por razões desconhecidas. Como lidamos com isso?

 

O 2º navio é um exemplo que podemos relacionar à: viver tempos quando nossas vidas são colocadas em “modo de espera” enquanto outros tentam resolver as coisas... Merecemos ser promovidos ou disciplinados? Somos permitidos a seguir adiante com essa loucura ou tudo se acabará? As finanças para aquele projeto realmente estão disponíveis? Ou precisamos esperar até que Deus providencie mais?!

 

O 3º navio parece realmente “sem destino”. Eis um vírus que, simplesmente, tomou conta das férias dos sonhos de alguém... Você nunca fez planos que foram interrompidos por um desastre, que não foi culpa sua? Seja por tempestades em outro lugar que fecham o aeroporto por dois dias, uma inundação na cidade, a repentina morte de um parente em meio a uma conferência ou uma mudança inesperada no calendário acadêmico…e essa lista vai longe.

 

Um grande citação é “A vida é o que nos acontece enquanto fazemos outros planos!” Verdade para os passageiros e tripulação dos 3 navios e, também para nós aqui em Hong Kong, esperando que esse vírus passe. Talvez seja verdade pra você também, enquanto você aguarda qual será o próximo capítulo...

 

Como lidamos com essa cadeia de eventos aleatórios? Com MEDO do que possa acontecer, ou com a CONFIANÇA nAquele que tem nossos dias contados?



 

"Eis que os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua misericórdia;
Para lhes livrar as almas da morte, e para os conservar vivos na fome. A nossa alma espera no Senhor; ele é o nosso auxílio e o nosso escudo.
Pois nele se alegra o nosso coração; porquanto temos confiado no seu santo nome.
Seja a tua misericórdia, Senhor, sobre nós, como em ti esperamos."  Salmos 33:18-22 (ARC)

 

Precisamos, de forma apropriada, temer, reverenciar e nos maravilhar de Deus, que é quem controla tudo que acontece no mundo. Ele é Quem nos redimiu, nos livra da morte, nos liberta do aprisionamento do pecado. Nada e Ninguém mais pode ou consegue fazer isso!

Como resultado, nossas vidas são muito mais que um “Cruzeiro sem Rumo”.

 

Sua benevolência nos guiará, direcionará, nos encherá de esperança e substituirá o medo que toma conta de nós tão facilmente. Essas são manchetes assustadoras que aparecem todas as vezes que ligamos nossos computadores ou celulares!
Colocando nossa Esperança nEle, confiando em Seu nome, nossos corações regozijarão ao invés de sentir a amargura do Medo. Deus é nosso escudo, socorro bem presente!



 

O Cruzeiro de Deus nos dá agora vida abundante, com a promessa de Vida Eterna como nosso destino final!



 

 

Oração: Deus, Tu certamente estás acima de todas as circunstâncias, e eu confio em Ti! Oro em favor de todos aqueles que estão presos nesses navios. Esteja com eles, Senhor! E ajude os cristãos que possam estar entre eles, a serem luzes na escuridão.

 

 

 

Feedback: Adoraríamos ouvir suas histórias de como você tem passado esse tempo, ou como você foi encorajado pelo 'Novel Encouragement'. Por favor, deixe-nos um recado no: taskforce@bicf.org
Sentindo-se isolado, indefeso, com medo, solitário? Ligue para o HELPLINE 400 8928 012 (9h às 21h). É grátis e confidencial. (Voluntários receberam treinamento básico de aconselhamento telefônico) Disponível em inglês, mandarim, cantonês e tagalog.